domingo, novembro 26, 2006

Sexy 2004

O nome é tão disparatado como deve ser acertada a pontaria do marketing. Para mim, que sou um pedante confesso, a marca repugna-me e afasta-me, como se me fosse bater na mão quando esta tentasse agarrar uma garrafa. Porém, o destino trocou-me as voltas e os disparates de alguém a fazer uma carta de vinhos deixou-me pouca escolha. Entre as certezas já batidas e repetidas, com previsíveis bocejos, e os rumores desinteressantes, ficou aquele adjectivo estrangeiro a moer-me a curiosidade. Não estava ninguém a ver, o sítio até era escuro e a companhia de absoluta confiança. Pronto, saltei:- Por favor, queria o Sexy»Lá pedi o vinho, envergonhado. Não sendo um estrondo, a «coisa» mostrou-se melhor do que esperava. Tem fruta, compota, muito vegetal, acidez... bebe-se com facilidade e agrado e não tem, felizmente, aquele sabor massificado que anda a passear pelas vinhas e adegas alentejanas. Não faço grandes tenções do repetir, porque não é uma excelência, mas se me vir numa contingência ficarei menos triste em pedi-lo. E continua a marca a causar-me urticária!

Região: Regional Alentejano
Teor alcoólico: 13,5%
Produtor: Fita Preta
Nota: 5,5/10

6 comentários:

P.Rosendo disse...

Por acaso amigo João já tive interesse em experimentar. Agora com a tua critica desisto, destes é o que existe mais para ai.

João Barbosa disse...

olha que há muitos piores e muito pior... o que me encanita é mesmo a marca!

P.Rosendo disse...

Eu por acaso acho piada à marca... Vá-se lá saber o que o criativo tinha na cabeça...

ah pois é! disse...

o que tu queres sei eu!

P.Rosendo disse...

Provei-o, não me aqueceu nem me arrefeceu tal como disse anteriormente é mais um no mercado. Nota 4/10

Luis Prata disse...

Eu experimentei já mais do que uma vez e gostei muito. É um vinho bastante diferente e não o considero caro para o que vale.